Plano de aposentadoria: saiba o que é, como fazer e se vale a pena

Casal de idosos na praia olhando o céu

Ter um plano de aposentadoria garante mais tranquilidade e segurança na hora de se aposentar. Pois, a aposentadoria pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), muitas vezes demora e a análise não envolve todos os períodos de contribuição.

 

Por isso, é importante contratar um advogado especialista previdenciário que fará todas as análises e cálculos necessários para verificar a melhor opção de aposentadoria para você.

 

Mas qual a melhor previdência privada 2022? Como funciona plano de aposentadoria privada? Qual é o plano de aposentadoria privada simulador? Como funciona o plano de aposentadoria privada simulador? Quais são as dicas para escolher o melhor plano?

 

Continue lendo que responderemos todas essas perguntas e explicaremos sobre o ele em nosso artigo!

O que é um plano de aposentadoria?

Os planos de aposentadoria são uma poupança que uma pessoa acumula ao longo da vida para utilizar quando não estiver mais trabalhando.

 

Eles são como uma fonte de renda quando ela não tem mais outros recebimentos e podem ser oferecidos por advogados previdenciários.

 

O principal objetivo do plano de previdência é fazer com que as pessoas consigam se aposentar de maneira mais rápida e recebam o melhor benefício possível.

 

Para isso, toda a vida previdenciária e trabalhista dos segurados será levada em consideração na hora da análise e dos cálculos.

 

Vale ressaltar que existem planos de previdência, como os Planos Abertos e Planos Fechados, que explicaremos mais adiante.

 

Utilize nosso simulador de aposentadoria, saiba se você já pode se aposentar, qual modalidade e quanto tempo falta!

O que o Plano de Aposentadoria leva em consideração?

Leva-se em consideração os seguintes tópicos:

 

  • Todos os tipos de aposentadorias;
  • Tempo de contribuição;
  • Enquadramento nas novas normas ou nas regras de transição da Reforma da Previdência;
  • Direito adquirido;
  • Valor da contribuição;
  • Valor que o trabalhador deseja receber de aposentadoria.

 

Vantagens do Plano de Aposentadoria

O plano de aposentadoria proporciona que a pessoa viva com mais qualidade de vida e com segurança financeira, além de proporcionar um equilíbrio financeiro.

 

Confira as suas principais vantagens:

Mostra como contribuir com o valor correto

Normalmente, o plano é procurado pelos segurados que ainda precisam contribuir por 5 e 10 anos. Por isso, ela saíra do serviço sabendo como contribuir com o valor correto.

 

Dessa forma, são feitas projeções sobre o ano que poderá se aposentar e o valor do seu benefício, com base no histórico de contribuições.

Resolve as pendências em seu Extrato Previdenciário

O Extrato Previdenciário é um dos documentos mais importantes no processo de concessão da aposentadoria. Pois, nele estão todas as informações sobre o seu histórico previdenciário de contribuições.

 

Caso constem pendências nele, com o plano elas poderão ser resolvidas mais facilmente.

Sabe o melhor momento para se aposentar

Como o plano faz projeções para indicar quando o segurado poderá se aposentar, é possível saber o momento ideal para isso.

 

Assim, ele não se aposenta antes ou depois do período, evitando assim prejuízos no valor do seu benefício.

Traz orientações para você receber sua aposentadoria

O plano de aposentadoria aborda as orientações para solicitar o seu benefício, assim como toda a documentação necessária para o processo.

 

Quando o plano é feito por um advogado, ele explicará sobre todos os cumprimentos de exigências que poderão ocorrer durante a solicitação do benefício. Além disso, dará todas as orientações necessárias para você durante o processo.

 

Simbolizando um bom plano de aposentadoria, um casal de idosos está sorrindo e se abraçando, enquanto ele usa um notebook. Ao fundo da sala está uma estante com livros, um porta-retrato e uma pequena estátua abstrato

Quem faz ou deve fazer planejamento de aposentadoria?

O planejamento de aposentadoria deve ser feito por qualquer pessoa, principalmente os trabalhadores informais ou que têm períodos de contribuições diferenciadas.

 

É importante fazer uma análise do tempo de contribuição antes de solicitar a aposentadoria pela Previdência Social. Para isso, recomenda-se a contratação de um advogado previdenciário, que dará todas as orientações para o processo.

 

Consequentemente, elaborar um plano é fundamental para quem não quer depender do INSS e quer saber as melhores opções para se aposentar.

Qual a diferença entre o Plano de Aposentadoria e o Simulador do INSS?

A principal diferença entre o Plano de Aposentadoria e o Simulador do INSS é a confiabilidade das informações. É o que vamos explicar a seguir.

 

O Meu INSS oferece o serviço de Simulador do INSS, no qual é possível verificar se já possui direito à aposentadoria, com base nas informações que estão no Extrato Previdenciário CNIS.

 

No simulador, é possível saber as modalidades de aposentadorias para optar, se tem direito ao benefício e quanto tempo você tem de contribuição. 

 

Além disso, ele ainda mostra um provável valor da aposentadoria e se a carência necessária já foi cumprida. Entretanto, se ainda não tiver direito a aposentadoria, aparecerá o tempo que falta de contribuição.

 

Porém, pelo simulador todas as informações são baseadas no extrato e outras situações, como serviço militar e trabalhos informais, não serão consideradas. Assim, ele serve somente para você ter uma noção da sua situação atual.

 

Enquanto isso, o plano de aposentadoria é um serviço muito mais minucioso que abordará todas as situações previdenciárias e trabalhistas da sua vida. Além disso, ele mostrará o melhor caminho para você solicitar o benefício.

Como funciona plano de aposentadoria privada?

O plano de aposentadoria privada é quando uma pessoa contrata uma previdência por conta própria que é um complemento à Previdência Social do INSS.

 

Ele funciona como uma aplicação financeira, no qual a pessoa decide quanto deseja aplicar por mês, por quanto tempo e depois de quantos anos deseja fazer o resgate.

 

Conheceremos a seguir os tipos de previdência privada e os fundos de previdência.

Tipos de Previdência Privada e Modalidades de Fundos de Pensão

A previdência privada vale a pena? Saiba a resposta a seguir e conheça os seus tipos.

 

Os tipos de Previdência Privada se dividem em dois tipos: os planos abertos e os planos fechados. 

 

Confira abaixo:

Planos Fechados

Confira algumas informações sobre esse plano:

 

  • destinado para profissionais ligados a empresas, sindicatos ou entidades de classe;
  • só fazem sentido para empresas de grande porte;
  • são mais complexos e custosos;
  • não é possível realizar resgates;
  • segue as regras estabelecidas pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC), órgão ligado ao Ministério da Economia.

Planos Abertos

Confira a seguir as principais informações sobre os Planos Abertos:

 

  • destinado para qualquer cidadão;
  • são mantidos por seguradoras e podem ser distribuídos por meio de bancos, corretoras de investimentos;
  • pode realizar resgates sem restrições;
  • segue as regras estabelecidas pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), órgão do Ministérios da Economia.

Pessoa idosa sentada numa cadeira olhando pela janela, segurando um smartphone

Ele ainda pode se dividir em dois tipos que explicaremos na sequência:

Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL)

É  ideal para quem opta pela declaração completa do imposto de renda e pode abater os aportes realizados. Quem possui um PGBL pode deduzir até 12% de sua renda tributável.

Vida Gerador de Benefício Livre (VGPL)

É ideal para quem realiza a entrega simplificada da declaração do imposto de renda, pois não permite abater os valores depositados. 

 

O VGPL é um dos planos mais vendidos do Brasil, pois os impostos incidem somente sobre os rendimentos da aplicação, e não sobre o total dela.

Tributação do plano previdenciário

Depois de escolher o tipo de previdência privada é preciso escolher a forma com que o plano de previdência será tributado no momento do resgate. Ou seja, se será progressivo ou regressivo.

 

No modelo progressivo, as alíquotas de Imposto de Renda vão de 0% a 27,5%, variando conforme o quanto a pessoa recebe de aposentadoria privada. Além disso, é recolhido 15% de IR na fonte quando é feito o resgate.

 

Já no modelo regressivo, as alíquotas do Imposto de Renda diminuem ao longo do tempo. Sendo assim, elas começam com 35% para contribuições feitas em até dois anos e caem 5%, a cada dois anos.

Modalidades de Fundos de Pensão

Os fundos de pensão funcionam como um tipo de previdência privada fechada. Eles são agrupados de outra maneira e existem três tipos que explicaremos abaixo:

 

  • Benefício Definido (BD): o valor do benefício complementar é estabelecido no momento da adesão e calculado com base em fórmulas previstas nos regulamentos.
  • Contribuição Definida (CD): o valor do benefício futuro só é definido no momento em que começar a ser pago ao segurado.
  • Contribuição Variável (CV): engloba as características do BD e CD.

Por que vale a pena fazer um Plano de Aposentadoria?

Fazer um plano de aposentadoria vale à pena porque você tem a liberdade de fazer contribuições no valor que desejar. Além disso, pode acumular recursos e escolher como prefere receber o benefício acumulado.

Para depender menos do INSS

Além das vantagens mencionadas anteriormente de um plano de aposentadoria valer a pena, o principal é que você depende menos do INSS. Pois, terá a sua própria contribuição e não precisará esperar pela Previdência Social.

 

Afinal, o benefício do INSS provavelmente não será suficiente para um padrão de vida confortável que muitas pessoas têm atualmente. Por isso, o plano pode ser o auxílio financeiro que elas precisam.

Bônus: Dicas práticas

Fazer um planejamento de aposentadoria é fundamental para viver depois com mais segurança e tranquilidade. 

 

Por isso, quando você se organiza e elabora estratégias de investimento que ajudarão no equilíbrio financeiro, é possível aproveitar a aposentadoria com mais qualidade de vida.

 

Então separamos para você algumas dicas de como fazer isso:

 

  • Organize as suas finanças, identificando as fontes de renda e os principais gastos;
  • Faça uma reserva de emergência com os recursos financeiros;
  • Comece a investir e faça movimentações no mercado financeiro;
  • Conheça as alternativas para aposentadoria, como a Previdência Privada;
  • Faça aportes no mercado financeiro frequentemente;
  • Controle as suas despesas.

Dentro de uma sala de estar com plantas, uma senhora está sentada escrevendo num caderno, simbolizando um plano de aposentadoria

Afinal, plano de previdência vale a pena?

Como mencionado anteriormente, o plano de previdência vale a pena. Para confirmar isso, separamos algumas vantagens. Confira:

 

  • Traz benefícios fiscais;
  • Proporciona uma aposentadoria melhor;
  • Oferece fundos diversificados com maior rentabilidade;
  • Não entram no espólio como herança;
  • Possui taxas menores;
  • Oferece total liberdade para fazer os aportes e para receber o benefício.

Estratégias de como escolher o melhor Plano de Aposentadoria

Qual o melhor plano de aposentadoria privada? Confira algumas dicas de como encontrar um plano ideal para você:

 

  • Saiba o seu orçamento atual para entender quanto você pode guardar hoje e acumular para receber no futuro;
  • Defina metas e entenda o seu perfil;
  • Pesquise todas as opções e escolha as que têm os melhores custos e condições;
  • Contrate o plano de aposentadoria quando estiver seguro e tiver entendido todo o processo;
  • Sempre acompanhe o investimento e o seu plano para evitar riscos;
  • Faça gestão de fundos.

Para quais casos a análise de um advogado é indicada? (Exemplos)

Um advogado especializado em aposentadoria e que possa elaborar um plano para você, é fundamental para verificar os seguintes períodos de contribuição que não aparecem automaticamente no extrato:

 

  • Trabalhos informais;
  • Período como aluno-aprendiz;
  • Períodos de serviço militar;
  • Período trabalhado no exterior em país que tenha Acordo Previdenciário Internacional com o Brasil.

 

O advogado ainda analisará todos os períodos da vida de contribuição, fará o cálculo das contribuições e fará um levantamento de todas as opções de aposentadoria.

Além disso, o advogado especialista poderá lhe auxiliar com:

Seus direitos no plano de aposentadoria

Ele informará todos os direitos que você tem relacionados à previdência. Caso seja necessário, informará detalhadamente todos eles.

Diagnóstico Jurídico

O advogado especialista poderá elaborar um diagnóstico jurídico levando em consideração o seu histórico previdenciário.

Análise de cenários

Ele mostrará todos os cenários possíveis para escolher a melhor opção de aposentadoria e o que beneficiará mais o seu cliente. Isso será feito depois do mapeamento geral do seu histórico previdenciário.

 

Precisa de ajuda para fazer um plano de aposentadoria? Conte com os advogados previdenciários da CMPPrev! 

Conclusão

Ter um plano de aposentadoria garante uma vida financeira mais tranquila, independente da Previdência Social ou do novo plano de aposentadoria do INSS.

 

Além disso, é uma ótima opção para quem tem dificuldade de fazer um planejamento de aposentadoria. Pois, um advogado previdenciário pode auxiliar e conseguir as melhores opções de aposentadoria para você, além de dar todas orientações necessárias.

 

Caso precise de um suporte especializado em plano previdenciário com um advogado previdenciário, conte com os especialistas da CMPPrev.

 

Se quiser saber mais sobre aposentadoria e outros assuntos sobre previdência e contribuições, acesse o nosso blog.

 

Se inscreva no nosso blog.

E não perca nenhum conteúdo.