Boatos aposentadoria: idoso que estiver na rua perderá direito ao benefício do INSS

Não é difícil encontrar circulando por aí aquelas notícias que causam choque na população e, no fim das contas, não passam de fake news. Conviver com elas é tão parte do nosso dia a dia, que nem ficamos surpresos mais. Nos últimos tempos sobrou até para o INSS, e os boatos aposentadoria ganharam audiência por toda a internet.

Atreladas aos males causados pela Covid-19, vieram as mudanças na rotina de grande parte do mundo. Isolamento social, uso de máscaras, recessão econômica e o medo de ficar doente são companhias constantes. E as multas para todos aqueles que descumprirem as regras da quarentena também começaram a surgir como forma de embarreira-los.

E isso tudo é a mais pura realidade.

Não bastasse todo o pânico gerado pela pandemia, algumas pessoas não viram problema em soltar uma informação falsa, que refletiu diretamente nos aposentados.

Pois é, a suspensão do benefício para aqueles que circulassem pelas ruas foi a protagonista de uma viralização imensa em sites, redes sociais e aplicativos de comunicação instantânea. Para deixar a situação ainda mais polêmica, o texto dizia que os parentes dos segurados receberiam uma multa equivalente a um salário mínimo.

 

Confira a íntegra do conteúdo de um dos boatos aposentadoria

A notícia circulou em março deste ano, logo no início da quarentena brasileira, mas os boatos aposentadoria podem voltar à tona a qualquer momento. Aliás, essa é uma característica comum às fake news.

“De acordo com a Medida Provisória nº 922/ 18 de março de 2020, o cidadão acima de 60 anos que estiver na rua a partir do dia 20/03/2020, terá sua aposentadoria suspensa por tempo indeterminado. Filhos e netos acima de 18 anos serão responsabilizados com multa de R$ 1.045,00 (Mil e quarenta e cinco reais). Essa medida foi feita para assegurar a saúde pública/privada da ameaça atual do COVID19″.

A MP em questão realmente existe, porém versa sobre um assunto completamente diferente. Publicada no Diário Oficial da União em 02/03/20, trata-se da autorização para contratação temporária de servidores aposentados por órgãos da administração federal, visando amenizar a espera por benefícios do INSS de cerca de 1,3 milhões de pessoas.

 

Boatos aposentadoria: o INSS tomou as rédeas da situação e desmentiu tudo

Em uma nota oficial em seu site, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) revelou esse que foi um dos boatos aposentadoria, e deu orientações sobre as medidas que passou a tomar após a chegada do Coronavírus ao Brasil.

O acesso ao site e ao aplicativo Meu INSS tem sido o principal canal de comunicação entre segurados, de quaisquer benefícios, com o Instituto. Além disso, os serviços estão disponíveis por telefone, através da Central 135.

 

Minha aposentadoria foi suspensa. O que fazer?

Com certeza, se o seu benefício foi suspenso, nada tem a ver com os boatos aposentadoria que apresentamos neste artigo.

Neste caso, você precisa entender que existem alguns motivos que podem ter contribuído para esse cancelamento.

De tempos em tempos, o INSS vem fazendo um pente fino em suas concessões, e o auxílio doença e a aposentadoria por invalidez, por exemplo, são alguns dos direitos que têm sido revistos para muitos brasileiros.

Outra situação comum para o corte, é o segurado deixar de fazer a prova de vida.

Todavia, não há razão para desesperar-se: basta que o beneficiário proceda com a reativação, que pode ser feita através do Meu INSS. Depois disso, simplesmente apresente os documentos necessários aos órgãos competentes.

_

Está com dificuldade para acessar o seu direito à aposentadoria, seja de que natureza for? Já fez o pedido, mas já teve uma negativa? A Reforma da Previdência vem sendo uma pedra no seu sapato?

Um advogado previdenciário poderá ajudar-lhe a resolver todas essas questões e muitas outras. Acabe com seus problemas com o INSS, buscando a solução com profissionais que são especialistas em resolver suas dores de cabeça.

Se inscreva no nosso blog.

E não perca nenhum conteúdo.